sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Jiyuka, o criativo estilo livre

O estilo Jiyuka foi criado depois da II Guerra Mundial, quando o Japão foi profundamente influenciado pelo estilo de vida ocidental. O resultado é um arranjo em estilo livre, com liberdade para usar materiais artificiais, embora as flores sejam sempre o destaque e mandatoriamente naturais.

No arranjo ao lado, a professora Yae Inagaki tira partido do vaso negro para compor um arranjo elegante.

Uma característica importante do estilo livre é a possibilidade de interferir nas plantas. Repare que a folhagem verde foi cortada para ganhar um inusitado formato geométrico.






É possível também moldar as plantas com arames finos ou grossos, escolha que depende do material.

No arranjo ao lado, a professora Adenir Perini faz uma combinação original com a palmeira-ráfia (Rhaphis excelsa, originária da China), o antúrio (Anthurium andraenum, nativo da Colômbia), folhas de moréia (Dietes bicolor, da África do Sul) e a delicada cáspia (Limonium latifolium, da Rússia, Bulgária e Cáucaso). Note a harmonia com o vaso feito pelo mestre ceramista Kojima.



O terceiro exemplo, feito com os mesmos materiais, é de Monica Martinez. Observe a bela linha criada pela cáspia e a interação com o vaso, idealizado pelos artesãos do Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí.






Texto e fotos: Monica Martinez

2 comentários:

  1. Oi Mônica,

    Seu blog é super legal.

    Eu e minha esposa adoramos Ikebana e seus posts são ótimos para nós, pois nos ajuda muito a ir tomando maior contato com esta Maravilhosa Arte.

    Continuaremos acompanhando suas postagens.

    Muito obrigado.

    Rui e Gláucia

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Rui e Gláucia. Se quiserem encaminhar seu e-mail para monicamartinezikebana@gmail.com, costumo avisar os interessados quando posto novo conteúdo.
    Grata,
    Monica

    ResponderExcluir